17 de dezembro de 2011

O Bife

17 de dezembro de 2011 16
Desde que ficamos sabendo que havia aberto uma hamburgueria legalzinha em Porto Alegre, estávamos super curiosos para conhecer. E a vontade só aumentava a cada vez que um amigo dizia que já havia ido lá e que era realmente uma delícia. Sábado a noite, chamamos alguns amigos e fomos lá dar o conferes no Bife.


O lugar é um amor! A fachada antiguinha surpreende pelo ambiente moderno e descontraído que encontramos dentro. É um ótimo lugar para grupos de amigos. 


O atendimento ainda estava um pouco lento e atrapalhado, mas é possível que seja pelo pouco tempo de casa. Há de melhorar ;)



Tá, vamos aos pedidos? A Laurinha e a Fezoca resolveram provar o Americano, hambúrguer com queijo prato, pepino, ovo, alface, tomate e maionese. Bem básico e tradicional.


Eu me decidi pelo 3 Queijos: hambúrguer ao ponto com o trio de queijos (gorgonzola, provolone e prato), com maionese da casa e rúcula. Dá para escolher o acompanhamento, que pode ser batata frita, batatas rústicas ou anéis de cebola.


A Pati foi no mais light (ou no menos engordante, como preferir): hambúrguer de frango, queijo prato, folhas, tomate e maionese. Adorei o pãozinho preto! Fiquei imaginando que delícia seria o 3 Queijos nesse pão...


O Fael fez o pedido mais diferente da mesa, o Cowboy, hambúrguer com cogumelos flambados no whisky, mussarela de búfala, molho de raíz forte e mix de folhas. E ainda pediu acompanhado de onion rings. É bobo não esse menino!


O Henrique escolheu o de picanha, com queijo do reino, alface, cebola crocante e maionese. O guri ficou todo orgulhoso de ter escolhido o maior de todos e, mesmo sem provar os outros hambúrgueres, garantiu que fez o melhor pedido.


Para quem não come carne, o Bife oferece uma opção vegetariana. O hambúrguer veggie é feito de legumes, com cenoura abobrinha e berinjela. Ninguém da nossa mesa provou, mas já ouvi falar que é delicioso. E acompanhando tudo isso, os guris tomaram um (dois, três...) chopp da Einsenbahn.


Apesar de quase termos estourado a tanga depois de comer nossos hambúrgueres, não resistimos quando o garçom contou que um dos sabores dos milkshakes era de paçoquinha. Pedimos um para a mesa toda, naquele esquema: dá um gole e passa adiante. Da próxima vez vou querer uma taça só pra mim :P


A Pati, que tinha escolhido o hambúrguer menos absurdo, chutou o pau da barraca ao escolher a sobremesa, essa "pequenina" colher de negrinho.


Gastamos, por pessoa, em torno de 30 reais. Talvez você diga que é um valor um pouco alto para se comer hambúrguer. Pode até ser. Mas o Bife é um lugar que promete ser diferenciado. E cumpre!


O Bife fica na rua Miguel Tostes, 371, esquina com a Casemiro de Abreu, em Porto Alegre.



5 de dezembro de 2011

Le Monde

5 de dezembro de 2011 5
Dia 2 de dezembro foi aniversário da minha querida namorada. O meu presente foi levar a Isa para jantar num lugar muito especial: o Le Monde Villa Lina. O destino da noite era surpresa, mas quando comecei a dirigir pros lados da zona sul, ela - que não é boba nem nada - foi se dando conta do lugar em que jantaríamos.

Esse era um lugar que nós dois queríamos muito conhecer e foi uma boa ter guardado ele para uma ocasião tão especial. Conhecer o Le Monde acabou sendo um presente para mim também!

O restaurante fica num casarão centenário localizado na Pedra Redonda, na zona sul da cidade. A casa, que um dia foi residência de veraneio, foi reformada especialmente para receber o Le Monde, e manteve a sua arquitetura que privilegia a vista para o Guaíba.

O Le Monde é do chef Floriano Spiess, que gentilmente passa pelas mesas verificando se está tudo em ordem com os pedidos.

Bem atrás da mesa em que sentamos tinha uma portinha de madeira por onde, volta e meia, passava algum garçom. Curiosos, perguntamos o que era e pedimos para conhecer. Era a adega da casa. Lá dentro, 16 agradáveis graus para manter os vinhos na temperatura adequada.

A Isa tava que não se aguentava de felicidade. Olha a carinha de alegria da guria!

Iniciamos a noite com o couvert, que veio bem caprichado: pães, manteiga, patê de foie gras, berinjela, sardela, camarão crocante na geleia de pimenta doce e bolinho de bacalhau. Esse couvert é individual.

Aqui, um close no camarão crocante na geleia de pimenta doce.

Como prato principal, a aniversariante escolheu o medalhão de filé mignon ao creme de champanhe e camembert, crisps de alho poró e batata suíça. Em função do queijo camembert, o prato tinha um sabor bem marcante e até era um pouco salgado. A Isa adorou.

Pra mim, escolhi um risoto de camarão com açafrão e lâminas de amêndoa. Sensacional!

De sobremesa, pedimos para as colheres de brigadeiro. Quando chegaram, levamos um leve susto com a quantidade... mas o susto passou rapidinho e nós devoramos as colheres. Três pra cada um ;)

A bebida escolhida para brindar os 27 anos da Isa foi... água mineral! Vamos fazer de conta que é porque somos responsáveis e não bebemos quando temos que dirigir. Mas vocês sabem a verdade, né hehe... Para encerrar, aquele espresso amigo.

A conta teve um valor bem alto pros nossos padrões; cerca de 100 reais por pessoa. Mas como era uma ocasião especial, valeu muito a pena. A Isa merece, né! O Le Monde é uma ótima opção para momentos de comemoração.

O Le Monde Villa Lina fica na Av. Coronel Marcos, 579, na zona sul de Porto Alegre.

14 de novembro de 2011

Barbarella Bakery

14 de novembro de 2011 5
Tem dias (raros, é verdade) em que a vontade é de almoçar um sanduíche. Mas daí não pode ser qualquer um, tem que ser um sanduíche daqueeeeles, né! Esses dias bateu essa vontadinha em mim, na Gabi Guerra e no Matheus Conci, e lá fomos nós saciar o desejo na Barbarella Bakery.

A especialidade da Barbarella são os pães (dã!) e por isso a casa tem aquele cheirinho gostoso de pão no ar.

Além das simpáticas mesinhas na calçada, têm outros 2 ambientes super agradáveis lá dentro. O meu lugar preferido é o sofazão do andar superior. Dá vontade de ficar ali atirada...


















Imagens da francesinha sexy estão por todos os cantos. Essa pintura bonitona aí fica na parede do segundo andar.

Olha a Barbarella seduzindo o pobre moço!

Lá tem um chá preto gelado (é possível pedir quente também) que eu adoro! E o melhor de tudo é que tem refil. A Gabi foi no suco de laranja natural.

O Matheus, que não é bobo nem nada, já foi perguntando pro garçom qual era o sanduíche "mais servido". Anota aí, é o Natural.

Eu provei o sanduíche Juliette, com pasta de ervas finas, presunto de parma e queijo brie. Uma delícia, pena que é pequeninho. Comeria dois desses ;)

Já a Gabi, que estava meio adoentada, foi no creme de milho. Eu já provei outra vez e adorei. É bem salgadinho e vem acompanhado de pão e manteiga.

De sobremesa, eu provei um pedacinho do chocolate fudge. De tantos "hummmm" que soltei, o Matheus acabou pedindo um pra ele também (porque era pequeno demais pra oferecer pros amigos, né! :P) Sério, DOS DEUSES.

A Gabi ainda finalizou com um cafézinho.

Cada um pagou, em média, 25 reais. Sim, é um preço salgadinho para se comer sanduíche. Mas há de se levar em conta a gostosura da coisa!

A Barbarella fica na rua Dinarte Ribeiro, 56, no Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

31 de outubro de 2011

Lugar Maior

31 de outubro de 2011 7
Eu odeio panfletos. Geralmente recebo eles (pra não fazer desfeita com o panfleteiro, coitado, que não tem culpa de nada) e enfio direto no lixinho do carro, sem ler. Mas dia desses um panfletinho em tons pastel me chamou atenção e resolvi dar uma lida. Era de uma casa chamada Lugar Maior.

No mesmo dia, convidei o Henrique para ir lá conhecer o tal lugarzinho que havia me deixado curiosa.

O Lugar Maior é um espaço simpático e colorido onde funciona uma loja e um café. Tem petiscos assim prum happy hour e também pratos para os mais esfomeados.

Adorei que a cozinha é aberta, deixando o lugar com jeitinho de casa.

Nos fundos, tem uma outra área super legal. Não fosse pelo ventinho frio que fazia naquele fim de tarde, a gente teria sentado ali fora.

Vai dizer que não te deu vontade de sentar nessa mesinha no pátio, no meio do nada? Achei charmosa.

E dá uma olhada nessa fofurice em forma de cão que mora lá! Super comportadinho, até posou para a foto!

Oiee :)


















Eu tomei uma limonada suíça. Azedinha, daquele jeito que eu gostcho.

Já o Henrique não perdeu a oportunidade de tomar uma cervejinha, né!

Começamos petiscando uma porção de salsicha bierwurst com mostarda. Quem me conhece sabe o quanto eu sou chegada num embutido, hehe. Talvez por curtir tanto que eu achei a porçãozinha meio mixada...

Depois o Hique foi num gostoso sanduíche gratinado de presunto e queijo. Simples assim!

E eu pedi uma quiche de 4 queijos. Nham!

Não satisfeitos, o casal gulosinho aqui ainda dividiu um brownie com sorvete.

Esse happy hour que acabou sendo a nossa janta (mentira, o Henrique ainda fez sanduíche quando chegou em casa) custou cerca de 40 pilas.

O Lugar Maior fica na rua Felipe Camarão, 224, no Bomfim, em Porto Alegre.

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates. Blog Templates created by Web Hosting